As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

Aqui vai um post directamente do hospital, sem acentos nem corrector ortografico, porque o meu telemovel é um bocado basico.

 

Às vezes fico a pensar no que tem sido a minha vida nas ultimas semanas e, francamente, é a loucura total. Sai do hospital dia 6 de Setembro, toda esburacada na cabeça por causa da radiocirurgia, e fui para casa descansar. Passados uns dias reparei que andava inchada no estomago, cansada, e com uma tosse seca chata. Dia 12 resolvi ir sozinha passar uns dias à Bretanha, para aproveitar os dias de "mini-liberdade antes da quimio" e porque me apetecia ver o mar e chapinhar os pés na rebentaçao. A tosse piorou. Passei 2 noites quase sem dormir, até que à terceira noite tive a iluminaçao de dormir sentada e consegui pregar olho. Durante o dia andei a pé, subi muralhas, andei na praia, subi e desci escadas, sempre cansada e com pouco apetite. Mandei mail ao Dr Lambard a dizer que nao me estava mesmo a sentir bem, que qualquer coisa estranha se estava a passar.

 

Assim que regressei a Paris percebi que nao podia com uma gata pelo rabo. O cansaço era muito e eu pensava: "Serà da anemia? Das porcarias que comi na Bretanha?". Segunda-feira à tarde fiz uma radiografia aos pulmoes e fui directamente mostra-la ao meu médico, que ja nao me largou mais.

 

"Tem o coraçao do tamanho da cabeça.", disse-me ele. Na radiografia mal se viam os pulmoes, todos comprimidos por uma enorme mancha branca, que significava liquido no pericardio, em volta do coraçao. Acompanhou-me logo aos cuidados intensivos de cardiologia onde fiquei internada (contra a minha vontade, porque eu so pensava "mas nao tenho aqui nada comigo, nem escova de dentes, nem cuecas..."). O médico que me fez a ecografia nessa noite estava espantado de eu ainda andar pelo meu pé e nao estar prostrada a arfar como um animal. Também me mostrou no ecran a provavel causa desse liquido todo: tenho um tumor no coraçao. Que ja ca estava desde Junho, mas sabê-lo ca em abstrato é uma coisa, vê-lo claramente nas imagens a fazer das suas é outra.

 

No dia seguinte puseram-me um dreno (conta como cirurgia, portanto a minha 13a!). No final tiraram quase 1,5l de liquido. Um-litro-e-meio. Tinha uma garrafa de agua no peito e o meu coraçao aguentou-se à bomboca, com tumor e tudo. Hoje retiraram-me o dreno e respiro muito melhor. Todo este processo custou um bocadinho, embora nao tanto como a radiocirurgia. Eu so dizia ao Lambard "nao é justo, ainda ha 10 dias sai do hospital e agora estou aqui de novo..." Mas se tudo correr bem saio amanha. E estou pronta para voltar a pedalar por ai fora e usar e abusar do meu musculo cardiaco.

publicado por Silvina às 15:20

"O médico que me fez a ecografia nessa noite estava espantado de eu ainda andar pelo meu pé e nao estar prostrada a arfar como um animal." - E sabes porque é que ele estava espantado? Porque o poder da tua mente é imenso, e porque a grandiosidade que emana de ti vai acabar por expulsar esses tumores para bem longe do teu caminho, com muito mais eficácia do que qualquer tratamento ou medicamento jamais inventado pelo homem.

E a Bretanha, recomenda-se? É um sítio que me suscita alguma curiosidade, confesso. Franceses e Britânicos misturados, hmmm...

Um beijinho imenso, como tu!
Susana A. a 20 de Setembro de 2012 às 15:47

A Bretanha recomenda-se com certeza!!! ;)
Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 00:50

Admiro-te muito e cada vez mais. Dás-me força sempre que leio os teus textos aqui no blog. Que mulher incrível!

Muita força, vai correr tudo bem...

beijinhos de uma leitora que te segue e te admira...
alm
Anónimo a 20 de Setembro de 2012 às 15:55

Obrigada pelo carinho alm,
Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 00:51

Desde que comecei a ver e a ler testemunhos sobre doentes oncológicos, soube que era necessário uma grande força de vontade para superar a doença.
A Silvina é um excelente exemplo disso, luta com tudo e contra essa doença que a cada dia a surpreende mais. Louvo muito a sua coragem e espero que consiga um dia a tão ansiada cura. Eu sei que vai conseguir vencer essa guerra.

Um beijinho, Soraia
S. a 20 de Setembro de 2012 às 15:56

Obrigada Soraia, um beijinho* também para ti.
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 00:52

Entenderás que não tenho palavras para te dizer. Mas mais que palavras, todos os dias torço e peço para que tenhas força. Um beijo enorme
ana a 20 de Setembro de 2012 às 16:02

Obrigada por comentares sempre, com palavras e o resto. Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:01

Posso fazer minhas as palavras da ana? É que sinto um arrepio indescritível a cada novo relato.
Admiro a tua coragem e fico feliz por esse fdp desse cancro ter encontrado uma competidora à altura!
Um beijo imenso de coragem, admiração e esperança!

You go, girl!
Ana. a 20 de Setembro de 2012 às 16:06

Obrigada Ana. :)
Retribuo o beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:01

Tu és a prova viva de que a vontade e a força de viver move montanhas e neste caso um coração com um litro e meio de líquido e um tumor!

Silvina tu és mesmo uma mulher de fibra!
Naná a 20 de Setembro de 2012 às 16:18

:)
Um beijinho para ti Nanà*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:03

leio-te silenciosa desde há uns tempos, mas hoje não sou capaz de sair daqui sem te dizer que és uma pessoa admirável. Um beijo e muita coragem, penso em ti e desejo que te livres depressa do pesadelo em que tens vivido, Zavi
zavi a 20 de Setembro de 2012 às 16:57

Obrigada pelo teu comentário Zavi,e por me leres... Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:04

A cada "post" fico estupefacta, sem chão. Primeiro em choque a cada revés, cada pedra (rocha) no teu duro caminho, depois emocionada com a tua coragem e força. Um grande abraço.
Sandra a 20 de Setembro de 2012 às 17:50

Obrigada Sandra por te emocionares comigo.
Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:04

Tenho acompanhado este blog desde sempre, mas silenciosamente, no medo de me intrometer demasiado.
No entanto, este post tocou-me imenso, a Silvina é uma mulher e perâs !

Muita força e um beijinho muito grande!
VeraPinto a 20 de Setembro de 2012 às 19:18

Obrigada pelo teu comentário Vera, um beijinho* e não tenhas medo de ir dizendo o que pensas aqui na caixa de comentários... :)
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:06

estou aqui... a torcer por ti... a admirar-te... com vontade de te dar um abraço apertado...
e desculpa, mas hoje não tenho palavras...
só queria que não pensasses que não estou por aqui...
beijinho leoa, da monóloga/Isabel :)
Monóloga a 20 de Setembro de 2012 às 20:18

Obrigada pelo abraço monologa, e por me fazer saber que estás ai. Um beijinho*
Silvina a 24 de Setembro de 2012 às 01:06



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence