As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

Subscrevo na integra. Para quê passar a ferro, alguém me explique?! No antigamente, que não havia máquinas de lavar a roupa, ainda compreendo que por razões de higiene se esquentasse a roupa com o ferro (para matar micróbios e tal), mas hoje em dia?! Não entendo... E pelos vistos não sou a única:

 

(...) Mulheres que vivem sob o jugo da roupa irrepreensível, mulheres que pensam que o caracter e reputação dos filhos se define pela impecabilidade do tecido que os reveste e com que se apresentam na escola, ainda que os filhos digam merda e as mandem para o caralho. Não é tarde para vós. A patologia que vos foi imposta pelos vossos antepassados, sogras e mães, tem cura.
Para quem ainda não se rendeu às evidências da perda de tempo pura e simples em que consiste a actividade engomadeira e insiste num colarinho retesado, aqui ficam algumas dicas para deixar o vício. Pequenos passos, que ajudam à cura:
Comecem por cagar nas t-shirts. Uma t-shirt bem dobrada é mais  do que suficiente.
Os lençóis: Dobrem-nos em quatro, com ajuda, e passem o ferro sobre o lençol já dobrado, só para que possa caber no armário.
Camisas dos putos: Para começar e, como é Inverno, passem apenas as golas.
Camisas dos gajos: Eles que façam o que bem entenderem.
Inspirem e expirem e iniciem esta prática de libertação. (...)

 

Pela lúcida Ana C., n'A Vontade de Regresso

publicado por Silvina às 11:35

Ai, mas muito ri eu sózinha.
Matavam-me e não era o gajo não, era a minha querida e adorada filha.
Se ela visse um vinco mal feito no uniforme da escola...ai desgraça!
A minha libertação é inviável eheheh

Feliz por te ler.

Beijinho grande
Maria
Maria a 23 de Novembro de 2012 às 12:21

Que texto maravilhoso este. De que cabeça genial terá saído?
Ana C a 23 de Novembro de 2012 às 12:42

Ahahahaah!
Eu apresento-ta, queres?!!
Ana. a 23 de Novembro de 2012 às 15:12

De um qualquer cérebro iluminado? :P
Silvina a 29 de Novembro de 2012 às 13:48

Afinal sou vanguardista :)

Já pratico isso lá em casa

bj
Susana Neves a 23 de Novembro de 2012 às 14:16

Passar o ferro por cima dos lençóis dobrados é p'a meninos, é metê-los debaixo do colchão!
Para dizer a verdade, os meus vão pro baú s/ ferro nem colchão... o amontoado do resto da roupa de cama faz o resto hehe.
Idalina a 23 de Novembro de 2012 às 14:18

Ora nem mais!
Lol, mas é verdade que ñ consigo guardar roupa por passar.
A q mais m custa são as camisas do marido (especialmente naqueles dias de nem o poder ver), mas é´hábito enraizado.
Esta chamada de atenção vinda de tem tem um valor inestimável.
Obrigada.
Flora
Flora a 23 de Novembro de 2012 às 17:46

A sério, quem nos exige roupa impecável, que a passe a ferro, ou que gaste uns euros numa engomadoria.
Eu também passava as camisas do meu mais que tudo a ferro, até acordar para a realidade. E nunca é tarde para acordarmos :)
Ana C a 23 de Novembro de 2012 às 18:05

Passar a ferro é uma treta mas no Inverno sabe-me bem!
Hoje por exemplo, apetece-me.
Quando apetece, aproveita-se e despacha-se roupa que dê para um mês, mesmo que se fique com os quadris feitos num oito.
Se não apetece, não se passa. Espera-se pelos apetites!
Sei de fanáticas que até as cuecas engomam! lolol E que dizer daquelas que estão sempre a comprar os modelos de ferro mais recentes?
Bom fim-de-semana!
:)
Xoninho Bom a 23 de Novembro de 2012 às 20:57

A parte que mais gostei: "Camisas dos gajos: Eles que façam o que bem entenderem".

Sem dúvida... :P
Eu cá só passo o que é meu e chega-me bem! x)

MaR a 23 de Novembro de 2012 às 21:56

O que eu me ri ! Se a minha mãe tivesse lido este post, passava-se, é que eu sou mesmo assim, contra o passar a ferro, e ela só sai de casa com a porcaria da roupa toda engomada!
Adorei ;)

Beijinho :)
Light a 13 de Dezembro de 2012 às 09:32



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence