As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Isto não tem sido fácil, lidar com o cancro e com a família. Acho que os piores momentos são quando tenho que dar más novidades. Eu, que sou filha, irmã, neta e enteada, tenho sempre que dar notícias a muitas capelinhas, com cuidado e com jeitinho. Porque as pessoas não são de ferro e não rosnam ao cancro como eu, reagem de maneiras muito diferentes. Algumas dessas reacções são das coisas que mais me custam, apesar de saber que não sou eu, mas sim o cancro, o responsável por muitas das lágrimas e olhos molhados com que me deparo.

 

Ao mesmo tempo irritam-me a lagrimita fácil, o pânico, o medo. Ao pé de mim não, se faz favor. Concentrem-se, esforcem-se, engulam as lágrimas se preciso for, enrijeçam, façam o que têm a fazer para não me despejar o drama para cima. Porque eu é que tenho cancro, eu é que vivo com isso, é a minha vida que ele compromete. O meu sentido egocêntrico apura-se quando penso no cancro e na família. E como cada um tem a sua, há os que sabem lidar com o assunto e os que ainda derivam com velas esfarrapadas. A minha família é de náufragos.

publicado por Silvina às 10:14
tags: ,


mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence