As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Segunda.

Scanner aos dois dentes do siso restantes. A raiz do dente de baixo esta verosimilmente enfiada no nervo. Not good... O senhor médico que fez o exame olhava para mim enquanto coçava a cabeça careca. "Não sei, o que me irrita é que não consigo ter a certeza..." e olha, volta a cabeça para a direita, depois para a esquerda, coça a careca, "Mademoiselle, je ne sais pas" Olhe senhor, eu ja estou aqui quase em pânico, diga-me o que é que isso significa, isso do nervo, da raiz, que tenho cirurgia marcada para amanhã... O senhor médico decide telefonar para a minha dentista para a prevenir do caso dificil. Que sou eu. Eu e os meus dentes. Somos casos dificeis.

 

Terça.

A dentista teve uma iluminação e decide telefonar ao meu médico Lambard (radioterapeuta) antes de começar a carnificina. Olha, parece que afinal não é preciso tirar ja, que esse lado não sera muito afectado pelas radiações e por isso pode ser mexido depois.

Suspiro de alivio. Dou saltinhos. Telefono à Gaja.

 

Quarta.

Outro scanner estranho à zona toracica, abdominal e pélvica. Injectam-me um liquido na veia que me aquece o corpo por dentro, concentrando-se o calorzinho todo à volta da xaxinha. Weird? ya. Mas não doeu.

 

Chega a minha amiga M. Mudamos de casa. Estamos bem instaladas, no alto de um 10° andar com vista sobre Paris. Bonito e bucolico, como nos merecemos.

 

E pronto, hoje é quinta e estou mais ou menos "de folga". Tenho que ir ao médico de familia tratar de umas burocracias mas tirando isso tenho a semana so para mim, e para as 11 séries que sigo na net (Greys Anatomy, House, NCIS, Bones, CSI [todos menos o Miami], Mentalist, Private Practice, ta-me a falhar algum, ah ja sei, Cold Case, Medium. Fiz as contas, sao cerca de 8h30 por semana. O equivalente a uma boa noite de sono. Mas com adições não se brinca!)

publicado por Silvina às 12:19


Segunda.

Chegada a Paris. A primeira semana foi um bocado intensa. Muitas coisas a acontecerem ao mesmo tempo, muitas consultas, muitos exames, algumas surpresas. Depois a enxaqueca e ter que explicar a mesma coisa again and again aos amigos e familia que ligavam preocupados. Mas não estava sozinha e isso foi importante. Merci à Gaja e ao G. que me mantiveram a sanidade mental.

 

Terça.

Consulta com o radioterapeuta. Giraço, mas segundo a Gaja pensou que eu era lésbica. Not a good start... Depois de quase uma hora de conversa, la combinamos como vao decorrer os proximos meses. Primeira data para o inicio da radioterapia: 7 de Dezembro. Counting down.

 

Quarta.

Dia de burocracias, banco, seguro, esperas, nervosssss.

 

Quinta.

Dentista. Supostamente uma consulta de rotina, para determinar o estado dos dentes antes de se iniciar a radio...

 

Sexta.

Mas não! Na sexta arranquei dois sisos, casos complicados, mas que estão a sarar bem. Ainda a possibilidade de ter que voltar na proxima terça para arrancar os outros dois (sniffff).

 

Sabado e Domingo.

Dias santos dedicados ao Senhor, e sempre com muito sono, ai que sono, ZZZZZzzzzzz

publicado por Silvina às 12:10

Sábado, 14 de Novembro de 2009

Preparativos são aborrecidos. Ter de pensar em mil e uma coisas à ultima da hora, com medo de me esquecer daquele objecto tão importante e insubstituível, e de me lembrar já dentro do avião.

 

 

 

Estado mental: ok, um bocado ansiosa, mas stress controlado.

 

 

 

 

 

 

[continuo a adorar comer chocolate como ansiolítico]

publicado por Silvina às 20:18
tags:

Sexta-feira, 13 de Novembro de 2009

 

 

Daqui a 3 dias parto para Paris. No dia seguinte tenho a primeira consulta com o radioterapeuta, que para além de competente espero que seja giro. Depois de seguir 5 seasons de Greys Anatomy torna-se complicado olhar para os médicos e vê-los só como profissionais de saúde. Portanto, já que o vou ter que aturar nos próximos meses, espalho desde já o meu desejo ao universo: quero um médico giraço!

 

 

O médico que me operou era giro. Aquele giro a dar para o gay, que me desperta imediatamente a intuição que ele, médico giro e consciente do seu charme, só quererá para parelha uma modelo de 1,75 (pelo menos) e 55kg (no máximo). Assim torna-se complicado competir...

publicado por Silvina às 21:53


Dois timmings: Dezembro e Janeiro.

Mais informações e pré-preparações nos próximos episódios.

publicado por Silvina às 14:23


Em Paris. No Hospital de ... (é um bom hospital, grande, publico, com muitos médicos giros como na Grey's Anatomy)


publicado por Silvina às 14:09


mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Seguir a radiação
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence