As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Sábado, 29 de Dezembro de 2012

Nao consigo ficar mais de uma semana longe do ambiente hospitalar... Ontem fiz mais uma pequena cirurgia, a 15a. Desta vez ao pé, junto da unha, porque o erbitux (cabraozinho) dá cabo das unhas, e infecta tudo o que é pele junto das ditas cujas. Agora tenho um dedao do tamanho de um elefante e algum mau feitio porque também me constipei. E no que eram suposto serem umas belas férias encaixa-se a minha normalidade de maleitas e recuperação. E não passo disto. E há uma semana que nem sequer como sushi. (Mas nem tudo é mau. Fui mimada no Natal e tenho um brinquedo novo: um gadget chamado Samsung galaxy tab, para brincar enquanto estou de pé pro ar...)

publicado por Silvina às 18:45

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012

 

 

[e porque 70000 visitas também são 70000 motivos para celebrar... Obrigada por passarem por aqui, obrigada por participarem comigo nestes Episódios.]

 

publicado por Silvina às 11:12

Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012

Tudo o que é bom tem um fim. E hoje chegou ao fim parte do que é nosso. Cerimoniosamente pegaste-me na mão num aperto de mão sem fim, porque eu estava atenta ao tempo, ao mesmo tempo que sentia a tua pele suave na minha pele áspera e seca pelo erbitux. Depois abraçaste-me numa espécie de abraço contido e desajeitado. Não consegui fazer melhor do que balbuciar um "merci" que soube a pouco. E lembrei-me do que escrevi há 4 meses atrás, sobre o abraço: "(...) E penso num abraço imaginário, onde me envolves com os teus braços e com o teu cheiro, e eu ajeito-me nesse teu ninho de compreensão." E depois vim para casa, chorei baba e ranho, troquei mensagens com uma amiga, recebi o telefonema de outra, ouvi música, encomendei sashimi para o jantar, li um post que veio mesmo a calhar para o tópico, e vi um filme que me deixou ainda mais lamechas mas com um sorriso na cara e uma certeza: tudo o que é bom tem um fim, mas se calhar, outra coisa boa vai começar logo a seguir. E é isto...

publicado por Silvina às 22:22
tags:


Hoje vi este filme, por mero acaso. Os acasos quando são bons sabem bem. Estava mesmo a precisar de ver este filme hoje...

 

 

Me and You and Everyone We Know (2005)

 

 

 

IMDb

 

Trailer:

 

publicado por Silvina às 22:00

Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2012

Conto infantil "A Fada Íris" explica às crianças o processo de perda do cabelo

 

 

A Papiro Editora lançou um livro da autoria de Cláudia Sofia Vieira, com ilustrações de Ana Zurk, dedicado a todos os adultos e crianças que perderam o seu cabelo.

Como escreveu no seu blogue:

«Estava eu na 3ª ou 4ª quimio, falando com as minhas queridas companheiras do grupo "gang da mama" no Facebook quando calhou em conversa aquilo que lhes tinha custado mais durante todo o processo de quimioterapia. A decisão era praticamente unânime: "O pior de tudo foi a perda do cabelo". Eu não me importava com o cabelo, eu queria era a minha energia de volta! Isso é que me atrofiava e desanimava!
E então, nesse instante de conversa, pensei em todas as crianças que também perdem o seu cabelo, e surgiu-me uma história. Fui imediatamente buscar um papel e uma caneta (antes que a droga fizesse desaparecer a ideia) e em meia hora a Fada Íris e a Menina Serena tinham nascido. Magia! Pura Magia!
E agora essa magia materializou-se e este mês foi publicado este conto tão especial para o meu coração».

Nas palavras da sua autora, Cláudia Sofia Vieira, “A Fada Íris não é um livro sobre cancro. Apesar de ser um livro dedicado a todos os adultos e crianças que perderam o seu cabelo, o seu foco não é na doença. Fala de amor, de amizade, de entreajuda, bondade e, claro, do nosso coração. Porque independentemente de como seja o nosso aspecto exterior, quem nos ama, ama-nos incondicionalmente porque nos vê sempre com os olhos do seu coração”.

Pode encomendar o livro através da página de fãs no Facebook.

 

 

2012-12-17 | 09:43
publicado por Silvina às 22:28

Sábado, 15 de Dezembro de 2012

imagem: Dois Desenhos a Conversar no Facebook

 



Ah! Se me deixassem

Realizar fantasias

Idealizar companhias

Transformar alegorias

 

Talvez me poupassem

De um futuro figurado

De um amanhã idealizado

De um final desafinado.

publicado por Silvina às 15:53
tags:

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2012

A radioterapia está a correr bem. A primeira sessão foi um bocado dolorosa, porque tive cerca de 1h30 deitada na marquesa, com um frio descomunal e sem me poder mexer. Ora este corpinho não aguenta a imobilidade; fiquei com contracturas e espasmos musculares por todo o lado... Tirando isso, não dói nada na zona irradiada, a pele está em bom estado, e tenho até impressão que isto já diminuiu um bocadinho, e ainda só fiz 3 sessões. O Dr Lambard é um pequeno génio da radiação...

publicado por Silvina às 22:02


Uhuh e parecendo que não já vou na 5a dose desta merda, 8 doses de quimio no total se contarmos com as primeiras 3 que não fizeram nada além de me deixarem careca.

Nada a acrescentar durante este ciclo, tout va bien. Ainda cá estou, com aftas, cansada e com náuseas de vez em quando e de quando em vez.

Os pêlos recomeçaram a crescer; no toutiço até tem piada, mas no resto do corpo dispensava. E quem é que adivinha onde é que eles voltaram em força? No buço, claro está! Esse lugar tão bonito para se deixar crescer pelúcia, sobretudo quando uma gaja está sujeita aos efeitos secundários do Erbitux (quem não se lembra do meu acesso de borbulhagem adolescente?)... Esse lugar tão mágico e impossível de depilar com a pele neste estado! Cera? Fora de questão! Creme depilatório bio especial para o rosto? Já tentei, ia pegando fogo à cara. Gillettes e companhia? Fora de questão, não quero que me comece a crescer a barba... Venham dai sugestões! :)

publicado por Silvina às 21:52


Claro que depois de 3 dias no hospital onde "não comer carne" significa levar com uma omelete nojenta a cada refeição, mal cheguei a casa encomendei uma super dose de sashimi (25 bocados em vez dos 18 habituais). Lambuzei-me toda.

 

Silvina- 1 / Quimio (náuseas e companhia)- 0 !!!

publicado por Silvina às 21:49

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2012

E pronto, a minha vida é isto...

 

 

 

Mas eu mereço, porque para a semana vou fazer mais Radioterapia. Desta vez à coxa...

 

O bom: é só uma semana. O mau: nessa semana também tenho quimio...

 

 

[estou em modo queixume azedo]



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Seguir a radiação
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence