As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Domingo, 04 de Dezembro de 2011

Noutro dia alguém me disse que não teria a minha força, que não teria nunca aguentado tudo o que eu passei (vide post "cancro: como tudo começou"). Eu própria às vezes não sei como o fiz/faço. Se me tivessem dito no principio, em Outubro de 2009, que eu iria passar por 7 cirurgias, 4 tratamentos de radioterapia, quimio, e tanto sofrimento, eu não teria acreditado. Teria mesmo mandado tudo à merda e ido dar a volta ao mundo com o tempo que me restava.

 

Então como é que eu fiz/faço? Uma coisa de cada vez. Porque sim, eu passei por isso tudo, mas não foi tudo ao mesmo tempo! Foi uma coisa de cada vez. O Dr. Lambard também me ensinou que uma coisa vem depois da outra: primeiro trata-se do mais urgente e perigoso, depois, com calma, pensa-se no resto. Faz-se um plano, elabora-se uma estratégia. E este plano tem de ser reavaliado a cada passo, a cada etapa. Exemplo com o cancro (aplicável a outras vertentes da vida): 1° opera-se o pulmão, que é mais urgente. Depois radio para o gânglio. Se a radio funcionar, muito bem. Se não funcionar, novo brainstorming, novo plano. E assim por diante...

 

Estou mesmo convencida que esta é a forma de resolver problemas na vida. Não encarar tudo ao mesmo tempo, não procurar resolver todas as coisas ao mesmo tempo. Uma coisa de cada vez. E agora ando a aprender a ter objectivos de vida mais a curto prazo, para os ir atingindo um de cada vez. Ninguém disse que era fácil. Eu demorei meses até perceber esta dinâmica aparentemente tão simples de "uma coisa de cada vez".

publicado por Silvina às 16:08
tags: ,

Subscrevo

Beijinhos
Susana Neves a 4 de Dezembro de 2011 às 17:04

Tu também me inspiraste nesta nova "démarche" ou forma de viver os dias :))
Um beijinho*
Silvina a 6 de Dezembro de 2011 às 01:06

Muitas vezes é no sofrimento que encontramos a nossa força. Que tudo te corra muito bem.
a 4 de Dezembro de 2011 às 21:32

Obrigada Fá! De facto tem sido assim... Embora custe que assim tenha que ser :)
Um beijinho*
Silvina a 6 de Dezembro de 2011 às 01:07

Só descubri este local agora. Imagina atraves de quem.....?
Um dia de cada vez. Deveria ser uma máxima de vida para toda a gente. seriamos concerteza mais felizes e menos preocupados.
Vou-te seguindo, sempre, .... por aqui e nao só .....
FORÇA e um abraço forte
Prima ;)
SB a 13 de Dezembro de 2011 às 16:18

Olá SB, bem vinda a este cantinho e obrigada pela força. As tuas palavras estão sempre comigo. Um grandeeeee beijinho*
Silvina a 18 de Dezembro de 2011 às 13:24



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence