As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Terça-feira, 10 de Julho de 2012

 

 "Já há muito tempo que queria ser dadora. Mas ia-me esquecendo, o tempo ia passando... os horários do centro de histocompatibilidade são curtos e pouco práticos, e o Hospital... francamente nem sei onde fica, e andar à procura dele por Lisboa era um dissuasor. Tudo parvoíces, claro.

Mas hoje, fui ao shopping buscar umas certidões (e colocar as prendinhas do giveaway no correio) e vejo uma menina a distribuir panfletos.
Até dia 14, em vários shoppings da região de Lisboa, está a decorrer uma campanha de recolha de sangue e de medula. E é de manhã à noite. Não há mais desculpas.

Finalmente, sou dadora. (...)"


 EU, no Trintona e Boa Rapariga

 

publicado por Silvina às 18:59

Obrigada pela partilha. Pode ser que mais alguém vá a tempo de aproveitar esta campanha. Um beijinho.
Eu a 10 de Julho de 2012 às 20:06

Eu também aproveitei uma dessas campanhas, a dois minutos de minha casa, há alguns meses atrás. Não tinha mesmo desculpa.
Ana C a 10 de Julho de 2012 às 23:33

O problema não é o teste... vejo tanta gentinha toda contente dizer "EU SOU DADOR"... é dador o TANAS... Fez um exame! Eu assumo que sou demasiado "cagão" para ser dador de medula... e muita gente concerteza irá desistir se alguma vez for chamada. Não acredito que grande parte das pessoas esteja BEM informada sobre o tema...
Marco Lopes a 14 de Julho de 2012 às 00:39

Olá Marco,

Penso que te deves estar a referir ao processo em si de doação da medula. Este pode ser feito de duas maneiras (informação retirada do site Portal da Saúde):

"Existem dois processos de colheita de células para transplantação de medula:

1. Colheita a partir da medula óssea - Células progenitoras colhidas do interior dos ossos pélvicos. Requer geralmente anestesia geral e uma breve hospitalização;

2. Colheita de células progenitoras periféricas - Colheita feita no sangue periférico, geralmente a partir de uma veia do braço, através de um processo chamado aférese, em que o dador tem de tomar previamente um medicamento que é um factor de crescimento que vai fazer aumentar a produção e circulação de células progenitoras no sangue periférico.

Além destes dois métodos, existe ainda outra fonte de células progenitoras que são as células do cordão umbilical."

O primeiro processo envolve hospitalização, e sim, deve doer um bocadinho. Nada que um bom anti-inflamatório não resolva... O segundo processo é quase indolor. é como doar plaquetas. Tenho uma amiga que doa plaquetas regularmente, vai lá, está ligada à maquina durante 2h e depois vai à sua vida.

Não sejas cagão e vai-te lá inscrever! :)
Um beijinho*
Silvina a 15 de Julho de 2012 às 13:03

Tens selo no meu cantinho!
Beijinhos
Mammy a 14 de Julho de 2012 às 14:20



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence