As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2012

Nos cuidados intensivos de Cardiologia estive constantemente ligada a eléctrodos que me mediam o batimento cardíaco, e todas essas informações apareciam num monitor situado por detrás da cabeceira da cama, logo, nas minhas costas.

Um dia tive a visita de duas amigas de longa data, que vieram de Portugal passar uns dias comigo, e que, claro, estavam ansiosas para finalmente conhecer o Dr Lambard. Que pouco depois irrompe pelo meu quarto adentro, fica surpreendido ao vê-las ali, e começa a falar comigo um bocado atrapalhado. E eu também atrapalhada, porque conheço as minhas amigas e sabia EXACTAMENTE o que é que elas estavam a pensar naquele momento... Tentei abstrair-me dos meus próprios pensamentos pecaminosos e concentrei-me o mais que pude no discurso médico, nas informações, nos valores sanguíneos,... E passado um bocado embaraçoso, lá nos despedimos.

 

Já em casa, ao recordar a cena, diz-me a minha amiga: "E o monitor, que mostrava o teu coração a disparar e a começar a bater mais depressa!!!" Portanto, o mesmo monitor que estava viradinho para o Dr Lambard, que ele podia ver durante TODO O TEMPO que esteve ali a falar comigo, e que eu, claro, nem que apercebi... Fui desmascarada por batimentos cardíacos, escarrapachados num monitor qual detector de mentiras. Maior episódio de pós-coranço de sempre!

publicado por Silvina às 00:14

Quinta-feira, 14 de Junho de 2012

*versão e-mail*

 

Mando mail ao Lambard a dizer que continuo angustiada. Que o efeito calmante que as consultas com ele normalmente me trazem desta vez não resultou. Responde-me "Quanto ao efeito calmante, podemos marcar consulta para a semana"...

 

(quando o li tive de imediato um efeito coranço).

publicado por Silvina às 13:03

Terça-feira, 29 de Maio de 2012

Eu sabia que mais cedo ou mais tarde o facto de o Dr Poussin se ter despedido de mim com 2 beijinhos me ia dar jeito. Foi hoje. Na consulta com o Dr Lambard, este frisou bem a importância de fazer sempre os exames com o mesmo médico radiologista, e eu pensei "é agora!", e disse-lhe: "Claro, até porque o Dr Poussin além de ser muito competente, agora comprimenta-me com beijinhos e trata-me pelo nome próprio..."

 

Lambard, abrindo muito os olhos: "O Dr Poussin despede-se de si com beijinhos?!"

 

Eu, com ar completamente natural: "Sim."

 

Lambard, abrindo mais os olhos e com um sorriso meio incrédulo: "A sério?! O Dr Poussin? Com beijinhos?"

 

Eu: "Sim!"

 

 

[E pensei, mas graças ao Senhor não o disse em voz alta porque senão seria um coranço épico: "Não esteja ciumento que não vale a pena..."]

publicado por Silvina às 22:31

Quarta-feira, 23 de Maio de 2012

Mail às 22h50 do Dr Lambard, para me pedir que leve um exame para a consulta que tenho marcada com ele para a semana. E a dizer-me que pensa em mim amanhã e sexta-feira (vão ser dias complicados, depois explico.)

 

Resposta minha, sem tardar: "11h da noite e ainda está a pensar em mim?"

 

 

A sério, às vezes quem cora com a minha lata sou eu... :)

publicado por Silvina às 21:55

Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

O médico giraço que me costuma fazer os exames saiu-se com uma bonita, depois de me ter feito ecografia abdominal (e consequentemente ter-me besuntado toda com aquele gel nhanhoso que eles usam) e de me ter andado a revirar de um lado para o outro na marquesa, comigo semi-nua de leggings pretas e top preto qual catwoman.

 

Eu: "Então adeus, até à próxima!" E estendo a mão para um aperto de mão, que é como se faz sempre, e como eu sempre fiz com ele.

 

Ele estende-me a mão de volta, e diz: "Podemo-nos despedir com dois beijinhos, Silvina?" ao mesmo tempo que já está a inclinar a cara na minha direcção.

 

Até gaguejei. *coranço*

 

(não tem nada de especial, mas fui apanhada mesmo de surpresa. é sempre bom para mais tarde poder esfregar isto na cara do Lambard: "Eu ao Dr Poussin dou beijinhos..." ahahah)

publicado por Silvina às 00:06

Terça-feira, 15 de Maio de 2012

No hospital, a semana passada.

 

 

Auxiliar: Então, está cá hoje outra vez?

 

Eu: Ontem e hoje, agora venho cá todos os dias! Qualquer dia venho viver para o hospital...

 

Auxiliar: Pois, o Dr. Lambard já não pode passar sem si!

 

Eu: Errrr... *coranço!*


 

(Lambard, o nosso idílio secreto será em breve descoberto por toda a gente do serviço!...)

publicado por Silvina às 13:45


Ontem, depois do TAC, em conversa com o Dr. Poussin, radiologista:

 

 

Dr: Não parece haver nada de especial, para além deste angioma do fígado.

 

Eu: Já nosso conhecido desde 2009.

 

Dr: Já nos conhecemos desde 2009?! Gostava que nos tivéssemos conhecido noutras circunstâncias...

 

Eu: Errr, pois... *coranço!*



mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence