As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Quarta-feira, 12 de Outubro de 2011

Já disse que hoje acabei a radio? Correu tudo bem. Foi assim:

3 semanas.

12 sessões.

1 cicatriz.

4 consultas com o médico giraço com o perfume mais estonteante do mundo.

publicado por Silvina às 23:40

Domingo, 09 de Outubro de 2011

eheh.
publicado por Silvina às 23:03


Amanhã começa a terceira e última semana de radio. Não me tenho queixado muito porque realmente está tudo a correr muito bem. Todos os dias vou (e volto) de bicicleta para o hospital, o que me permite exercitar estas perninhas e evacuar um bocado as tensões, especialmente na volta. Esta radio é soft: para além de perda de cabelo definitiva na zona irradiada e da pele vermelha, sinto um bocadinho de comichão na cicatriz e mais nada. No total são 12 sessões. Faltam 3 para acabar, e o gânglio fica tratado. A dificuldade continua a ser a sala de espera, as idas diárias ao hospital, o peso de tudo isto e as poucas oportunidades para aligeirar a coisa. Vejo gente muito triste na sala de espera, pessoas idosas e doentes, frágeis, sós. E custa-me, porque é como olhar ao espelho. é um reflexo constante de onde estive e para onde muito provavelmente vou. é a doença que me custa, não as pessoas que dela sofrem, que coitadas, não têm culpa nenhuma. Mas não consigo fazer conversa, o sorriso não se desenha facilmente, o riso não flui. é um ambiente pesado e por isso, para lhe escapar, tenho esperado no corredor, a ouvir música ou a ler um livro.

 

A minha sofrologista diz que ando a aprender a bastar-me a mim própria. Quando tenho um momento difícil, uma má noticia, em vez de pegar logo no telefone para desabafar com alguém, páro, lembro-me de respirar, choro um bocado e consigo gerir as coisas sozinha. é como um olhar profundo para dentro. Ando cada vez com menos medo do confronto. Gosto de sentir-me mais à vontade comigo mesma, de saber que consigo gerir as coisas sem pedir ajuda a ninguém, por mais difíceis que elas sejam, por mais difíceis que elas se tornem. Porque os outros têm limites, e eu também, mas ando a aprender a expandi-los. E em vez de andar a pedir força emprestada aos outros, encontro-a em mim. Os meus limites são elásticos, e caminham para a frente ao meu ritmo.

 

publicado por Silvina às 22:15

Terça-feira, 27 de Setembro de 2011

 

Roma foi fixe. Fartei-me de andar, há lá muito para ver. E fartei-me de comer pizza e andar nos autocarros sem pagar porque sou pobre, e entrar no Museu de Arte Oriental sem pagar porque sou estudante. Comi um gelado, comprei um vestido, trouxe uns postais para enviar para os amigos como é tradição. Apesar da poluição, descansei a cabeça, dormi a horas certas e até me consegui levantar às 8h num dos dias para ver o Fórum Romano.

 

Hoje foi o primeiro dia de radio. Já lá tinha ido ontem, deitar-me na "marquesa" meia hora para fazerem as medições necessárias. Hoje (e ontem também) cruzei-me com o meu médico giraço. Não sei se foi por ter largado a pílula, mas ando com uma libido descomunal e levemente descontrolada. O que me ajudou a concentrar-me no meu médico e a ter pensamentos pecaminosos em vez de me concentrar no medo e na sensação de desconforto que é ter que voltar àquelas salas. Portanto, posso dizer com toda a convicção que a ronda de testes e a primeira sessão correram muito bem. E que o Lambard ficou especado a olhar para mim de alto a baixo, porque além da libido levei saltos e um senhor decote (grande, mas não ordinário). é sempre bom impressionar pela positiva a equipa médica...

 

 

*Gosto muito da Miss.Tic, a foto é de um stencil ao pé da minha casa. Não sei bem como traduzir esta expressão, porque perderia toda a magia que reside em pronunciar estas palavras em francês.

 

publicado por Silvina às 18:19

Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

Desta vez vai durar três semanas. Além de me cair o cabelo na zona irradiada, terei a pele vermelha e, aparentemente, é só isso. Vamos ver que bem que fico pele-vermelha e meia careca. Começo daqui a uma semana.

 

Entretanto vou ali e já venho...

 

imagem roubadíssima da net

publicado por Silvina às 23:37

Quinta-feira, 01 de Setembro de 2011

Começo a pensar que o nome deste blog foi mesmo bem escolhido.

publicado por Silvina às 11:03


mais sobre mim
pesquisar
 
Translation(s)
Seguir a radiação
Últ. comentários
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.
Ela ainda está em tratamento?
Faz por estes dias um ano que recebi um postal de ...
Tens-me feito tanta falta...beijinhos, muitos muit...
Radio Alertas




Partilhe a sua historia
Radio friendly Pub'


Kiva - loans that change lives

Estúdio Tatuagem Blood Oath Tattoos

Todas as palavras de Amor

Bau da Aurora artesanato

Mimos de Crochet


Creative Commons Licence