E não é que dá mesmo?
Beijinhos querida Silvina
Mammy a 21 de Outubro de 2012 às 18:32

Lindo.
Ana C a 21 de Outubro de 2012 às 22:09

Posso "roubar" e usar também como mantra a repetir cada dia?
Zu a 21 de Outubro de 2012 às 22:28

Silvina
Compreendo agora o teu silêncio... Que cabrão de cancro, que filho da puta, que não te dá descanso! Sabias das consequências deste tratamento, mas nós sabemos a verdaeira dimensão da dor a não ser quando sentimos, nós mesmos, as suas consequências...
Que podemos nós dizer ou fazer, senão estar a teu lado, incentivando-te, encorajando-te, na tua corrida contra o tempo e contra a doença? Talvez possamos ser o apoio ou a bengala que te ampara e não te deixa abanar tanto, não te deixa tombar!!!

“Não admito! Minha esperança é imortal. Eu repito, ouviram? Imortal.

Sei que não dá pra mudar o começo, mas se a gente quiser, vai dar pra mudar o final.”

Rápidas melhoras, muita energia e pedala como só tu sabes!!! Mil beijinhos e um grande xi-coração!
(Fortaleza)
Fortaleza a 22 de Outubro de 2012 às 12:49

Fui ver a Elisa Lucinda na terça feira, que PRESENTE que foi aquilo :) Ela é deliciosa. Volta cá em Abril, vamos juntas!
Melissa a 26 de Outubro de 2012 às 15:06