Acho que todos temos "sapos"desses guardados no sótão.

Normalmente não pensamos logo nos efeitos secundários mas como dizes há uns que se gramam melhor do que outros.

Nunca esquecerei, o medicamento que me provocou tamanha erupção na cara que só de olhar, dava vontade de vomitar.
Borbulhas enormes e verdes. Verdes. Que explodiam, literalmente, sem que ninguém lhes tocasse, a qualquer hora, em qualquer lugar! Céus, só de me lembrar, revira-se-me o estômago!
O que apareceu no espaço de uma semana, levou quase dois meses a desaparecer.
Saía para trabalhar, não podia evitar reuniões nem viagens, reduzi a minha vida social a idas a discotecas, era um horror. Nem me quero lembrar. Também não podia usar maquilhagem.
Felizmente quando passou fiquei com pele de rabinho de bebé! :)
Nunca mais ninguém me ouviu queixar de borbulhas solitárias. As tais que toda a maioria das mulheres gostam de aclamar, como se fossem o fim do mundo!

Agora vou mandar o meu sapo novamente para o sotão! lol

Que isso passe mais depressa do que pensas.

Beijinho.


Soneca a 25 de Outubro de 2012 às 21:51

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.