Às vezes (só às vezes) era tão bom que nos dissessem qual o melhor caminho que devemos seguir na nossa própria vida... Se algum dia me vir na posição em que estás hoje, não sei mesmo o que me passará pela cabeça. Espero que o mau estar não te tire nunca a esperança nem o discernimento. O nosso abraço, compreensão e carinho continuam sempre cá. Beijinhos, miúda :)
gralha a 29 de Outubro de 2012 às 11:38

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.