As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2012

3a quimio de erbitux.
Sao 4:55 e so agora é que acabaram os saquinhos de medicamentos e de soro: nos intervalos de uns, o outro. Vou finalmente poder pregar olho. Deixaram-me um gosto esquisito na boca e gases na barriga. Ja fui à casa-de-banho cuspir e soltar mas nao ajudou muito. Ainda ficou ca tudo.

Ha dias em que estou farta que esta seja a minha vida.
Em que roubaria a vida a outros, calçando os seus sapatos e vivendo como eles vivem, a contar os tostoes mas saudavel, com uma dor de cabeça de vez em quando que passaria com uma aspirina. E poderia ir correr no parque, ou nas ruas do suburbio onde morasse, ao invés de nao poder correr e ter dores na perna das metastases. Eu sei que à distancia é mais facil viver a vida do outro do que la dentro; que nenhuma vida é idilica; que toda a gente tem problemas. Mas ha dias em que preferia ter os problemas dos outros e nao os meus.
publicado por Silvina às 05:08

:( pois desejas, e com legitimidade! apesar de se calhar teres tido uma vida mais preenchida, por exemplo no aspeto das viagens, que muita gente que tem tido uma vida simples e monótoma, mas a saúde é muito importante evidentemente... e imagino (calculo) como deves ter momentos de exaustão e desespero perante essa m* dessa doença! já era hora de dar um pouco de tréguas... mas não somos nós que escolhemos...
sê como tens sido, forte, lutadora e tentando usufruir dos pequenos momentos de paz que vais tendo... nessas alturas respira fundo, enche os pulmões de fôlego, como tens feito...
não vejo a hora de vires aqui dizer que a doença está estagnada e estás numa fase em que podes viver um pouco longe dos hospitais e médicos!
beijinhos grandes
Monóloga a 14 de Novembro de 2012 às 12:23

Também eu não vejo a hora. Ja merecia uma boa noticia... ;)

Um beijinho* grande, obrigada por estares ai*
Silvina a 17 de Novembro de 2012 às 11:28

estarei sempre aqui (se não me acontecer nenhum imprevisto daqueles trágicos... que também não estou livre...), "daqui não saio, daqui ninguém me tira!" - como diz a canção!
pena não estar mais perto, fisicamente, mas estou perto virtualmente. estás no meu coração...
beijinho grande leoa!
Monóloga a 17 de Novembro de 2012 às 13:56



mais sobre mim
pesquisar
 
Últ. comentários
Como era linda, meu deus!
Em Janeiro de 2016, aos 53 anos, foi-me diagnostic...
To Blog parabens pela radio !
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...
ainda bem que as coisas se resolveram e ela agora ...
Ja não. Tout va bien.