As rádios emitem em várias frequências. Estes episódios, contudo, situam-se numa frequência diferente, não uma de rádio, mas de radio. Como em Radioterapia. Episódios de um tratamento oncológico (à suivre)
Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

Subscrevo na integra. Para quê passar a ferro, alguém me explique?! No antigamente, que não havia máquinas de lavar a roupa, ainda compreendo que por razões de higiene se esquentasse a roupa com o ferro (para matar micróbios e tal), mas hoje em dia?! Não entendo... E pelos vistos não sou a única:

 

(...) Mulheres que vivem sob o jugo da roupa irrepreensível, mulheres que pensam que o caracter e reputação dos filhos se define pela impecabilidade do tecido que os reveste e com que se apresentam na escola, ainda que os filhos digam merda e as mandem para o caralho. Não é tarde para vós. A patologia que vos foi imposta pelos vossos antepassados, sogras e mães, tem cura.
Para quem ainda não se rendeu às evidências da perda de tempo pura e simples em que consiste a actividade engomadeira e insiste num colarinho retesado, aqui ficam algumas dicas para deixar o vício. Pequenos passos, que ajudam à cura:
Comecem por cagar nas t-shirts. Uma t-shirt bem dobrada é mais  do que suficiente.
Os lençóis: Dobrem-nos em quatro, com ajuda, e passem o ferro sobre o lençol já dobrado, só para que possa caber no armário.
Camisas dos putos: Para começar e, como é Inverno, passem apenas as golas.
Camisas dos gajos: Eles que façam o que bem entenderem.
Inspirem e expirem e iniciem esta prática de libertação. (...)

 

Pela lúcida Ana C., n'A Vontade de Regresso

publicado por Silvina às 11:35

Ora nem mais!
Lol, mas é verdade que ñ consigo guardar roupa por passar.
A q mais m custa são as camisas do marido (especialmente naqueles dias de nem o poder ver), mas é´hábito enraizado.
Esta chamada de atenção vinda de tem tem um valor inestimável.
Obrigada.
Flora
Flora a 23 de Novembro de 2012 às 17:46



mais sobre mim
pesquisar
 
Últ. comentários
O Kiva.org é uma ideia bem interessante. Porém, te...
O Kiva.org é uma ideia bem interessante. Porém, te...
Como era linda, meu deus!
Em Janeiro de 2016, aos 53 anos, foi-me diagnostic...
To Blog parabens pela radio !
Desculpe mas percebeu mal: Tout va bien como uma e...