Este texto é para ti, porque passaste a fazer parte do meu dicionário.

«S
8 de Março é dia da mulher e o facto é que o ano passado homenageei neste dia dois homens, dois homens da minha vida: o meu melhor amigo e o meu Bú.

Mas este ano vou mesmo homenagear uma Mulher. Não por ser este dia uma comemoração do que teve que ser o papel da mulher outrora para reverter um status de inferioridade. Homenageio-a hoje porque quando já não era preciso provar-se que é uma guerreira, ela supera tudo, dá-nos aquela chapada na cara que nos faz pensar como reagiríamos se tivéssemos que estar na sua pele. Provavelmente faríamos o mesmo, ou então não. Mas é uma explosão no peito o que vem dela, é um querer manter a dignidade que tanto merece e tem, um agarrar-se à vida mesmo que vida signifique tudo o que descreve...

A Silvina é Silvina. Eu sei que parece uma definição pouco perceptível para quem não a conhece mas basta abrirem a sua página para ficarem a conhecer (http://episodiosderadio.blogs.sapo.pt/). É um nome que para mim passou a constar no dicionário, passou a ser utilizado como conceito para uma definição que não é possível encontrar noutra palavra ou conjunto de palavras.

A Silvina é alguém que nunca vi, não conheço pessoalmente, não sei como é a sua voz, só lhe vi a careca numas fotos que publicou. Mas nada disso é importante e a distância também não. Porque na troca de palavras e histórias, na troca de angústias e risadas, essencialmente, nos rugidos que já demos juntas, com muitas outras pessoas, reside a essência.

A Silvina é isso mesmo, é Silvina. E é por tudo isto que hoje a minha vénia vai para ela. Todas as outras palavras são pequenas. Silvina, é a definição certa.»

Beijo em dose Silvina ;)
ana a 8 de Março de 2013 às 13:15

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.