Quando for grande...quero ser capaz de transmitir o que me vai na alma, tão bem como a Silvina.
E ter a mesma frontalidade e coragem para enfrentar os desafios da vida.
E poder levar para a frente a existência, tirando o máximo proveito de cada momento.
Bem- vinda, minha linda!
As saudades já eram muitas.
M.
M. a 23 de Fevereiro de 2012 às 09:58

Olá M., gostei tanto do seu comentário... Arrancou-me um grande sorriso, um grande beijinho saudoso e de agradecimento*
Silvina a 24 de Fevereiro de 2012 às 23:40

Silvina, compreendo-a perfeitamente! Não porque saiba na minha pele o que é ter cancro, mas porque acompanhei o cancro da minha mãe.
Lembro-me que numa das idas ao IPO, para a acompanhar, encontrei miúdas da mesma idade que eu na altura, 16 anos.
E perguntei-me como seria a vida daquelas adolescentes... que possivelmente ainda nem namorava, tal como eu ainda não... perguntei-me que sonhos teriam em termos de relacionamento, de vida a dois, de constituir família... por isso, sim, percebo o complicado que é conjugar, como disse, a "sinceridade" e o "cancro"... especialmente numa relação em início de "carreira"

Desejo-lhe muita força, mas já vi que a tem!!
Naná a 23 de Fevereiro de 2012 às 15:02

Muito obrigada pela força Nanà. Gostei das suas fotos da Arrifana, um sitio lindo.
Um beijinho*
Silvina a 24 de Fevereiro de 2012 às 23:52

Certo é que, da próxima vez que eu resolver "por aí fora", hei de lembrar-me desta tua expressão e vou rir-me. E depois vou sentir-me mal porque uma pessoa não se pode rir do cancro, caraças. A blogosfera anda literalmente a penetrar-nos a intimidade :)
gralha a 23 de Fevereiro de 2012 às 15:17

eheheh Pode-se e deve-se rir muito do cancro! Sem pudores! ;))
Um beijinho*
Silvina a 24 de Fevereiro de 2012 às 23:53

Mais uma vez um post extremamente assertivo! Desde encontrei o seu blog sou visita assídua. Tocou numa ponto muito importante. A pessoa doente é uma pessoa antes de ser/estar doente! Às vezes esquecemos isso. Convivo diariamente com um a criança doente e parece que todos esquecem que antes de ser/estar doente . Ninguém lhe desculpa uma resposta torta ou uma traquinice. Acham que por estar doente é um ser perfeito, que tem de estar permanentemente a agradecer a atenção que lhe é dispensada! Enfim...
Mais não digo porque o desabafo já vai longo!
obrigado por partilhar os seus pensamentos!
Cláudia Melo a 26 de Fevereiro de 2012 às 21:12

Olá Cláudia, obrigada por visitar e por desabafar, desabafe sempre que quiser, que eu gosto de ler! Espero que essa criança consiga ser criança apesar da doença...
Um beijinho*
Silvina a 4 de Março de 2012 às 23:19