É uma injustiça impedir alguém de exprimir o que sente, mesmo que seja incómodo. A vida não são só florinhas, e amar a vida não é fazer de conta que o sofrimento, a morte e a perda não existem. Acredito que os pleonasmos e os paninhos quentes consigam ser muito cansativos. Fazes-me sempre pensar tanto... obrigada.

Um beijinho.
eu a 24 de Junho de 2012 às 11:24

Os paninhos quentes exigem que esteja sempre a desmontar preconceitos e trepar barreiras. é cansativo, sim. Mas faço-o e continuarei a fazê-lo, até porque acho que muitos paninhos quentes e não-ditos são frutos do medo e do desconhecido. Uma vez esses medos controlados, há espaço para maior sinceridade nos discursos... (espero eu!)
Um grande beijinho para ti*
Silvina a 25 de Junho de 2012 às 22:45

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.