São textos como este que me deixam aqui a ler sem palavras para dizer. Porque quem nunca passou por isto também precisa de se colocar na pele de quem passa na primeira pessoa. Para saber a melhor forma de ajudar, para haver um conhecimento da outra pessoa e do momento que passa. E para nós mesmos crescermos como pessoas.

Não sei se o que disse fez algum sentido. Mas só queria que soubesses que me sinto feliz por poder ler-te. E que guardo em mim as palavras que aqui escreves, embora algumas vezes em silêncio.
ana a 22 de Junho de 2012 às 20:44

Obrigada, Silvine!**
Melissa a 22 de Junho de 2012 às 22:10

de nada Melisse! ***
Silvina a 25 de Junho de 2012 às 22:35

és sempre muito perspicaz e generosa, Ana.
Um beijinho*
Silvina a 25 de Junho de 2012 às 22:34